Resumo 6#-História Sagrada-São João Bosco-Parte 5(Sexta Época )

macabeus2

[SEXTA ÉPOCA- Do  total  transferência  dos  hebreus  para  Babilônia,

no  ano  587  até  Jesus  Cristo]

 

[Capítulo  1]

 

Os hebreus foram levados como escravos para babilônia como um castigo.Tiveram seu poder muito diminuído porém ainda havia ainda juízes que governavam o povo na lei de Moises.Alguns atingiram altas dignidades como Ananias,Misael e Azarias,além do profeta Daniel.

Estes conquistaram fama e foram trabalhar na corte do rei Nabucodonosor.

O rei dos babilônios  mandou o seus servos que procurassem hebreus bem disposto para trabalhar no palácio.Estes seriam alimentados com as iguarias do palácio e após aprender a língua dos caldeus passariam a trabalhar no palácio.

Daniel e seus companheiros foram escolhidos,porem uma coisa os preucupava:A alimentação fornecida no palácio lhes era ilícito comer pela lei de Moises.Entao eles pediram ao superintendente que lhes desse para comer somente água e legumes para comer e que caso  eles emagrecessem comeriam o que lhes fosse ordenado.

Após  três anos eles apresentaram-se ao rei fortes,robustos e com  maior inteligência do que os outros servos.

Certa vez Nabucodonosor teve um sonho ,e ao acordar não se lembrava do que era.Mandou chamar os magos e advinhos do reino,porem não havia quem  ajudasse.

O rei furioso manda matar todos os profetas do reino,ao que Daniel intervém dizendo que seria  capaz de lhe dizer qual era o sonho e seus significado.

Daniel pediu que os seus companheiros rezassem por ele para que o senhor o ajudasse.Durante a noite foi revelado o sonho e  a sua explicação: “contemplavas, e eis que uma grande, uma enorme estátua erguia-se diante de ti; era de um magnífico esplendor, mas de aspecto aterrador. 32.Sua cabeça era de fino ouro, seu peito e braços de prata, seu ventre e quadris de bronze, 33.suas pernas de ferro, seus pés metade de ferro e metade de barro. 34.Contemplavas (essa estátua) quando uma pedra se descolou da montanha, sem intervenção de mão alguma, veio bater nos pés, que eram de ferro e barro, e os triturou. 35.Então o ferro, o barro, o bronze, a prata e o ouro foram com a mesma pancada reduzidos a migalhas, e, como a palha que voa da eira durante o verão, foram levados pelo vento sem deixar traço algum, enquanto que a pedra que havia batido na estátua tornou-se uma alta montanha, ocupando toda a região. 36.Eis o sonho. Agora vamos dar ao rei a interpretação. 37.Senhor: tu que és o rei dos reis, a quem o Deus dos céus deu realeza, poder, força e glória; 38.a quem ele deu o domínio, onde quer que habitem, sobre os homens, os animais terrestres e os pássaros do céu, tu és a cabeça de ouro. 39.Depois de ti surgirá um outro reino menor que o teu, depois um terceiro reino, o de bronze, que dominará toda a terra. 40.Um quarto reino será forte como o ferro: do mesmo modo que o ferro esmaga e tritura tudo, da mesma maneira ele esmagará e pulverizará todos os outros. 41.Os pés e os dedos, parte de terra argilosa de modelar, parte de ferro, indicam que esse reino será dividido: haverá nele algo da solidez do ferro, já que viste ferro misturado ao barro. 42.Mas os dedos, metade de ferro e metade de barro, mostram que esse reino será ao mesmo tempo sólido e frágil. 43.Se viste o ferro misturado ao barro, é que as duas partes se aliarão por casamentos, sem porém se fundirem inteiramente, tal como o ferro que não se amalgama com o barro. 44.No tempo desses reis, o Deus dos céus suscitará um reino que jamais será destruído e cuja soberania jamais passará a outro povo: destruirá e aniquilará todos os outros, enquanto que ele subsistirá eternamente. 45.Foi o que pudeste ver na pedra deslocando-se da montanha sem a intervenção de mão alguma, e reduzindo a migalhas o ferro, o bronze, o barro, a prata e o ouro. Deus, que é grande, dá a conhecer ao rei a sucessão dos acontecimentos. O sonho é bem exato, e sua interpretação é digna de fé”1 O rei ficou muito satisfeito com o profeta e lhe deu um emprego no palácio real conjuntamente com seus companheiros.

Algum tempo depois o rei caiu na iniquidade.Ele ordenou que se construísse uma grande estatua de ouro que ao toque dos instrumentos musicais todos deveriam se prostrar para adorar.Ananias,Mizael e Azarias se recusaram a cometer o pecado de idolatria e foram mandados para uma fornalha.

Deus manda o seu socorro aos jovens por meio de um anjo que os afasta a chamas deles e fazendo com que as chamas devorassem os servos do rei.

O rei quando soube do ocorrido,reconheceu a mão de Deus e restituiu aos jovens os seus antigos cargos.

Pouco tempo depois Nabucodonossor cairia novamente em iniquidade.Certa vez teve um sonho: “ais eram as visões do meu espírito, quando no meu leito: eu via, no meio da região, uma árvore de alto porte. 8.Esta árvore cresceu, era vigorosa. O cimo tocava o céu, era avistada até nos confins da terra. 9.Sua folhagem era bela, e seus abundantes frutos forneciam a todos o que comer. À sua sombra abrigavam-se os animais terrestres, nos seus ramos permaneciam os pássaros do céu e toda criatura tirava dela seu sustento! 10.Nas visões de meu espírito, quando no meu leito, vi (também) um santo vigilante que descia do céu, 11.e começou a gritar com voz possante; derrubai a árvore, desgalhai-a; fazei cair as folhas e dispersai seus frutos. Que os animais fujam de debaixo dela, que os pássaros abandonem seus ramos. 12.Entretanto, deixai permanecer na terra o tronco e as raízes, mas atados por correntes de ferro e de bronze. Que seja molhado pelo orvalho do céu e tenha seu quinhão de erva com os animais terrestres. 13.Que se mude seu espírito; que em lugar de um espírito humano lhe seja dado um espírito animal e sete tempos passem sobre ele! 14.Esta sentença é um decreto dos vigilantes, esta resolução é uma ordem dos santos, a fim de que os vivos saibam que o Altíssimo domina sobre a realeza humana, e a confere a quem lhe apraz e pode a ela elevar o mais abjeto dos mortais.”2

Como não encontrava quem o interpretasse mandou chamar Daniel que lhe deu o significado: “trata-se aí, ó rei, de um decreto do Altíssimo concernente ao rei, meu senhor: 22.Expulsar-te-ão de entre os homens para te fazer habitar com os animais do campo; pastarás ervas como os bois e serás molhado pelo orvalho do céu. Sete tempos passarão sobre ti, até que reconheças o domínio do Altíssimo sobre a realeza humana o qual a confere a quem lhe apraz. 23.Se foi ordenado deixar intatos o tronco da árvore e suas raízes, é que tua realeza te será restituída logo que reconheças a soberania do céu. 24.Queiras então, ó rei, aceitar meu conselho: resgata teu pecado pela justiça, e tuas iniqüidades pela piedade para com os infelizes; talvez com isso haja um prolongamento de tua prosperidade.”3 Tudo isso aconteceu ao rei Nabucodonosor.

 

[Capítulo  2]

Após a morte de Nabucodonosor ocupou o trono Baltazar.

Esse rei iníquo certa vez deu um banquete e mandou que trouxessem os vasos sagrados do templo para servir vinho aos seus convidados.Enquanto bebiam,eis que apareceu uma mao misteriosa que escreveu umas palavras enigmáticas  na parede de fronte ao rei.

Como nenhum interprete do rei conseguia decifrar os escritos,Baltazar mandou que Daniel fosse chamado oferecendo presentes a ele.

Eis o que falou Daniel: ‘’Guarda teus presentes; concede-os a outros! Lerei, todavia, este texto ao rei e dar-lhe-ei o significado. O texto aqui escrito (se lê): MENÊ, TEQUEL e PERÊS. Eis o significado dessas palavras: MENÊ – Deus contou (os anos) de teu reinado e nele põe um fim;TEQUEL – foste pesado na balança e considerado leve demais;PERÊS – teu reino vai ser dividido e entregue aos medos e persas.’’4

A profecia se cumpre:Os medos apoderam-se da babilônia e o rei sacrílego é assassinado.

Os cortesãos do rei conspiraram contra Daniel por causa das honras que ele recebera.

Estes pediram que o rei Dario baixasse um decreto estabelecendo que durante trinta dias somente o rei deveria ser adorado e nenhuma outra divindade.Como Daniel não aderiu a idolatria,Daniel foi jogado em uma cova com leões para que fosse devorado.

Deus no entanto mando que os seus anjos não permitissem que os leões lhe vissem mal.O rei ao saber do ocorrido mandou soltar Daniel e em seu lugar jogou os seus acusadores.

O profeta Daniel destrói o ídolo belo,uma estatua gigante ao qual eram-lhe diariamente tributadas muitas ofertas que eram supostamente consumidas pela divindade.Daniel prova que se trata de um embuste e os sacerdotes idolatras foram condenados a morte.

Em uma segunda ocasião Daniel foi novamente jogado a cova dos leões por combater a idolatria.Foi resgatado por um homem chamado Habacuc.

 

 

[Capítulo  3]

Ester era uma jovem de grande beleza.Foi criada por seu tio Mardoqueu,que lhe ensinou a amar e temer a Deus.Pelos seus dotes e virtudes foi escolhida como esposa pelo rei Assuero.

Havia na corte um ministro chamado Amã.Este era extremamente soberbo,acostumou o povo no costume de se ajoelhar para adora-lo.O rei no entanto se recusava a isso e Amã ressentido manda que fossem assassinados os judeus dispersos pelo império.

Mardoqueu e Ester colocaram-se a rezar e a fazer penitencia para que o povo fosse salvo de ser truscidado. Mardoqueu foi ter com o rei afim de que ele suspendesse a matança,ao que o rei prontamente que suspendesse o decreto e mandou eu Amã fosse enforcado.

O profeta Ezequiel foi um dos que ajudou que se mantivesse o culto ao verdadeiro Deus durante o cativeiro.Profetizou durante 22 anos,11 deles ao lado do profeta Jeremias.

Além dos quatro profetas maiores Deus suscitou ainda outros 12 profetas chamados de profetas menores por causa de haver poucos escritos.São eles:

-Oséias:Foi profeta durente o reino de Jeroboão II,rei de Israel.Começou a pregar em 825 A.C. e pregou por quase um século.

-Joel:Não se sabe quando começou a pregar.foi contemporâneo de Oséias.

-Amós:Profetizou durante o reinado do rei Ozias,de Judá cerca de 780 anos antes de cristo.

-Abdías:Parece ter sido também contemporâneo de Oséias.

-Jonas:Começou a profetizar muito jovem.Sobre ele já falamos um pouco acima(ver o cap.6 da quinta época).

-Miquéias:Predisse o nascimento do nosso divino salvador de forma clara como podemos ver aqui: Mas tu, Belém-Efrata, tão pequena entre os clãs de Judá, é de ti que sairá para mim aquele que é chamado a governar Israel. Suas origens remontam aos tempos antigos, aos dias do longínquo passado.”5 Profetizou durante o reinado de Joatão(758 A.C.).

-Naum: Viveu durante o reinado de Acaz(740 A.C.).

-Habacuc:Contemporâneo de Jeremias e Daniel(600 A.C.).

-Sofonias:Viveu no mesmo tempo de Habacuc.

-Ageu:Viveu e profetizou 520 antes de cristo.Animou os hebreus no cativeiro e teve papel importante na reconstrução do templo.

-Zacarias:Contemporaneo de Ageu.Falou também de forma claro sobre nosso senhor.

-Malaquias:Foi o ultimo dos profetas.Depois dele não houve nenhum profeta até João Batista.

 

 

Durante o reinado do rei Ciro da babilônia houve a permissão por parte deste rei que o povo retonasse a sua pátria e reconstruíssem a cidade e o templo.Embora ainda estivessem sob o poder do rei,puderam eleger seus pontífices,chefes e magistrados.

Quando foi iniciada a reconstrução do templo os inimigos de Deus colocaram-se a tentar frustrar ou impedir a construção do mesmo.

Eis que sobe ao trono um novo rei chamado Dário.Este emite um decreto proibindo qualquer um de molesta-los.

Como os recursos eram poucos,o templo não teve o mesmo esplendor do primeiro e o povo ficou triste.No então o profeta Ageu os consola com a profecia de que o próprio salvador  visitaria o templo.

A cidade teve os seus muros reedificados apesar da tentativa de ataque dos samaritanos.Isto se deu por obra de Neemias.Ao fim da edificação houve uma solene festa de dedicação e outras solenidades.

Após o cativeiro o povo reconheceu que esta mazela lhes ocorreu pelos seus pecados,Trataram pois de renovar a aliança e se manterem fieis a Deus.

A autoridade ficou com a tribo de Judá através do sumo sacerdote e do grande sinédrio.

 

[Capítulo  4]

Selenco, rei da síria tinha ouvido falar da parte de um judeu apóstata que o templo de Jerusalém guardava muitos tesouros  e decide mandar Heliodoro para se apossar das riquezas.

Este e seus sequazes tentam abrir as portas do tesouro a força,porém a ira divina os feriu fazendo com que caíssem por terra.

Heliodoro foi  arrastado para fora do templo quase sem vida e estava prestes a ser morto.Onias,sumo sacerdote oferece um sacrifício no templo e Deus lhe poupa a vida.Heliodoro reconhece o prodígio e volta ao rei narrando todas as maravilhas operadas.

Neste mesmo tempo havia grande perseguição aos hebreus.Durante 40 dias cavaleiros armados com lança e espada combateram entre si.O povo temeu que fosse um mal presságio.

Eis como começou a perseguição:O povo havia comemorado a noticia da morte do rei Antíoco,julgado-se livres da opressão.Porém a noticia que lhes havia chegado era falsa,causando grande ira no rei que mandou que seus soldados invadissem a cidade e destruíssem a vontade.

O templo foi profanado e delapidado,erigiu-se templo pagãos e se perseguiu os que cultuavam o verdadeiro Deus e seguiam a lei de Moises.

Nesta época ocorreram martírios como o do velho Elcázar,que recusou-se a comer carne proibida pela lei.Outro martírio signficante foi o dos sete macabeus,que forçados a prevaricar negaram-se a abdicar da verdadeira religião.

 

[Capítulo  5]

O sacerdote matatias era um homem justo.Pressionado pelos comissários do rei a oferecer sacrifício aos ídolos  negou-se veementemente,dizendo que mesmo que toda Israel abandonasse a lei ele e sua família manteriam0se fiéis.

Certa vez ao ver um judeu sacrificando aos ídolos apressou-se para mata-lo e em seguida fugiu com seus filhos para o deserto para viver longe da abominação.Foi seguido por muitos.

Matatias liderou os que promoviam a verdadeira religião e o combate a idolatria.

Morreu um ano após ter chefiado os seus.Entregou a Judas a chefia do exército.

Logo que Judas assumiu a liderança batalhou contra Apolônio,que governava a Judéia a mando de Antíoco.Mesmo sendo inferior em força ele confiou no senhor e venceu a batalha.

Do mesmo modo venceu contra Gerão,tendo este um exército superior ao de Apolônio.

Dentre outras batalhas de Judas Macabeus podemos citar:A vitória contra Nicanor,Georgias e Lísias.

Vencidos os inimigos,Judas volta a sua atenção para restaurar o templo,que se encontrava em péssimas condições.Ele refez as portas,erigiu um novo altar e removeu do local santo tudo o que havia de profano.Ao termino,fez-se uma grande festa de dedicação,que ele decretou que fosse celebrada todos os anos.

 

[Capítulo  6]

Antíoco,Frustrado com as derrotas obtidas,decide ele mesmo sair a marchar contra a Judéia acompanhado de muitas tropas.Eis que ele foi pelo caminho murmurando e começa a sentir fortes dores e por fim morreu de modo agonizante.

Eupator sucedeu a Antíoco.Nutria ele também ódio pelos hebreus travando contra este povo muitas guerras e assim como seu antecessor obteve derrotas humilhantes.

Certa vez,em uma batalha por ele conduzida,viu que se aproximava um cerco e decidiu espontaneamente pedir a paz aos hebreus,garantindo a eles a liberdade de governar segundo a suas leis.

Decorrido tudo isso,o rei foi ao templo e o  honrou com sacrifícios e presentes.Em seguida tornou Judas macabeus Principe.

Judas Macabeus era piedoso e sempre invocava a proteção de Deus.Durante uma batalha o ímpio Nicanor avançou contra os judeus proferindo blasfêmias.Seu intuito era destruir o templo.

Inflamado de santo zelo,Judas com um pequeno exercito dizimou o exercito do inimigo.Ele ordenou que encontra-se o cadáver do blasfemo Nicanor e cortassem-lhe a cabeça,a língua e as mãos.Em sulfragio das almas dos que haviam morrido na guerra,ofereceu Judas sacrifícios no templo.

Judas encontrou apoio com os romanos,visto o estado de incerteza que viviam sob o julgo dos sírios.Terminou sua vida morrendo em batalha.

 

 

 

 

1) http://www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/daniel/2/

2)http://www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/daniel/4/

3)http://www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/daniel/4/

4) http://www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/daniel/5/

5) https://www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/miqueias/5/

 

[Capítulo  7]

A noticia da morte de Judas logo se espalhou.Baquides conseguiu se apoderar de Jerusalém e elevou ao posto de sumo sacerdote o ímpio Alcimo.Este não procedia retamente,certa vez fez com que fossem derrubados parte dos muros do templo.Este ato fez com que a ira de Deus caísse sobre ele,que o feriu tornando o paralitico e mudo.Teve uma morte terrível após padecer de grandes dores.

Os hebreus elegeram Jonatas para suceder Judas.Como as forças inimigas eram muito poderosas,este se refugiou no deserto,sendo muitas vez perseguido por Baquides,vencendo sempre as batalhas,Travou um acordo com Baquides e este prometeu não tornar a importunar os judeus.

Em outra ocasião,Apolônio ,governador da baixa síria também batalhou contra ele.Apesar da dificuldade das batalhas Jonatas consegue vencer o inimigo,levando para casa grandes despojos.

Este feito chegou até os reis da síria e do Egito que quiseram tornar-se seus aliados.O rei da síria mandou que chamassem Jonatas,cobriu com púrpura e tornou-o capitão e príncipe da Judeia.

Jonas morre vitima de uma traição do ímpio Trifão,que desejava roubar o trono do rei da síria.

 

Simão ,da família de Matias foi eleito pelo povo para exercer as funções de Sumo sacerdote e chefe do exercito.Simão expulsou os inimigos e libertou a fortaleza de Jerusalem,que a tempos estava sob ocupação do inimigo.Deste modo,o povo de Israel pode aproveitar momentos de paz.

 

[Capítulo  8]

Após 20 anos governando os hebreus e conduzindo-os a muitas vitorias contra seus inimigos,em especial Trifão e o rei da síria,O justo Simão é cruelmente assassinado por Antíoco,seu sogro em uma emboscada que este armara para Simão em um jantar.

João,chamado Hircano,filho de Simão, sucedeu o pai como sumo sacerdote e príncipe dos hebreus.No seu reinado,expandiu os domínios do seu império e venceu muitas vezes o rei da síria.

Após a morte de João Hircano seu filho Aristóbulo governou.Este governou por apenas um ano.Seu reinado foi marcado por crimes:Mandou matar a mãe por suspeitas ,assassinou um irmão e os demais mandou para o cárcere.Deus o puniu de morte por suas transgressões,fazendo com que perecesse no mesmo lugar que seus irmãos,e de morte terrível.Sucedeu-lhe no governo Alexandre Janeu.Este era mais cruel que seu antecessor e também morreu de morte horrível.

Até Herodes a suscessao de poder passou por Alexandra (mulher de AlexandreJaneu),Hircano II,Aristóbalo,Hircano(que teve o poder restituído por pompeo ,general romano).

Sob o governo de Hircano a judeia se tornou uma província romana.

Por fim,Antígono(sobrinho de Hircano) usurpou  o trono do tio.Por fim,foi Suplantado por Herodes.

Herodes,O grande conseguiu o poder por meio de intrigas.Tendo ido a Roma fez com que Antígono passasse por inimigo de Roma.Tendo o apoio de Antonio e do senado ele  obtém  o titulo de rei da Judeia.Antígono é levado  a Roma e decapitado.

No ano 33 do reinado do ímpio Herodes nasce em Belém o divino salvador.

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios