Resumo #11-Perihermenias/De interpretatione- Aristóteles (Parte 2)

Categorias

 

Antes de tudo, convém que se defina:

 

a) O nome e o verbo ;

b) A negação e a afirmação;

c) A Proposição e o Juízo;

 

As palavras e afecções da alma

A palavra falada simboliza uma experiência mental (Paixão da alma). A palavra escrita simboliza a falada.

As palavras não são universais, as experiências mentais ou afecções da alma são idênticas em todos os lugares,do mesmo modo,as coisas das quais estas são imagens.

 

A verdade e falsidade dos pensamentos

Quanto ao ponto de vista da verdade e falsidade é possível distinguir dois tipos de pensamentos:

 

1.Conceitos que não comportam verdade ou falsidade

 

2. Conceitos que devem ser verdadeiros ou falsos. A verdade e falsidade consistem na            composição e divisão.

 

O que foi exposto acima é válido também para palavras em geral.

 Os nomes e verbos

Os nomes e verbos são semelhantes aos conceitos que não comportam divisão ou composição.

Ex: O termo ”homem” tomado isoladamente não é verdadeiro nem falso. Somente será verdadeiro ou falso se lhe acrescentarmos algo, como por exemplo, existência e não existência.

 

Bibliografia
[1]ARISTOTELES. Organon, v. 1 (Trad. Pinharanda Gomes). 1ª edição.Lisboa:Guimarães editores LTDA,1985

[2] Aristotle, Johann Theophilus ; Buhle, & Bipontina, Societas (1791). _[Aristoteles] Aristotelis Opera Omnia Graece_. Ex Typographia Societatis.
 
[3] Authors/Aristotle/Perihermenias.”  - The Logic Museum, 2017, www.logicmuseum.com/wiki/Authors/Aristotle/perihermenias. 

Anúncios